sábado, 2 de agosto de 2014

Vamos para a Suiça de Portugal!



Acho que, pela primeira vez na minha vida, a música "eu gosto é do verão, de passearmos de prancha na mão, saltarmos e rirmos na praia, e apanharmos um grande escaldão..." não se vai encaixar com as minhas férias...

Aqui a mãe Sabura é Andorinha para andar sempre atrás do calor, sempre. Rapariga que aponta as coordenadas SEMPRE a Sul nas férias, apesar do cheiro nauseabundo daquela erva que por lá existe - os coen...s - Este ano, para minha angustia, desespero e por adiante não consegui dar ao meu Guerreiro umas férias de hotel, com todo o tempo do mundo para nos mimarmos, todas as actividades magníficas, as refeições nos restaurantes a aparecerem feitas à nossa frente. O meu filho sofre do Síndrome RestauranteHotelSpaPorfavor, é um facto. E, depois de muita lágrima limpa e auto estima acalentada, surgiram-nos os outros planos de férias. 

E ao sabor e ritmo deste mundo virado do avesso, também estes planos nos viraram a agulha magnética e deixaram com a boca aberta e as mãos a tapá-la.
Este ano a família Sabura não vai Sul, nem para Sudoeste, nem para Oeste, mas sim para Norte !!! (ainda me é difícil escrever isto). Sim, vou ultrapassar a linha que separa o Sul do Norte (lá para perto de Aveiro) e a minha BemHaja (leia-se transporte de carga) vai continuar a rodar! E vai rodar muito! Depois vai inclinar-se para a direita, vai começar a fazer curva e contra-curva, subir até aos 700m de altitude e chegar!!!

Férias de verão na "Suiça de Portugal"! 

Toalha de praia? Entre estas montanhas vale a pena? Vale porque lá existem umas piscinas naturais, bem bonitas!

Protector solar? Acho que no geral, de norte a sul, ninguém tem precisado dele!

Vestidos compridos de Verão? Sim, com um casaco por cima!

Calçado resumido às Birck e às Havaianas? Não, nunca se sabe se não chove, ou se não nos dá na cabeça de trepar pelos maciços!

Tenda? Não será preciso, estaremos rodeados de xisto!

Carregadores de computador, iPad, iPhone, etc.? Claro que não! Lanternas, velas e petróleo? Claro que sim!

E agora vocês ficaram a pensar... que romântica é aquela moça. Umas férias super eficientes energeticamente, compegada ecológica certa, super eco-freaks, super naturais, super zen... certo?! E eu respondo-vos: ERRADO! Porquê?! Porque a casa onde vamos estar não tem electricidade! Say what?! Verdade, meus Senhores! Férias Sabura sem electricidade, no meio da Serra da Estrela, onde o pôr do sol é atrás de uma montanha e não na linha do horizonte!
Como é que isto aconteceu?! Em virtude de não ter conseguido voos para a Sardenha, vamos passar esta semana com dois bons amigos que há algum tempo fazem férias nesta parte do nosso Portugal. Eles dizem que se divertem à grande e que, chegada a noite, seja verão seja inverno, acendem a lareira e ali adormecem no quentinho!

Ou seja, vamos passar uma semana sem interruptores, tomadas, fichas, carregadores, facebook, instagram, computadores, iPad, iPhone,notícias do BES, música, torradeira... ahhhhhhhhhhhhhhhhh e sem coentros!!!! Só xisto, xisto, xisto! Dois adultos, duas crianças, uma BemHaja e muito xisto! 

Isto não é um drama, por sinal, estamos a considerar a parte mais divertida das férias o facto de não termos electricidade! Mas que mexe com as dinâmicas habituais, mexe! Portanto, amigos Sabura, não terei grande hipótese de vir até este cantinho virtual e colar aqui os meus pequenos-nadas. Prometo escrever, mas em papel. E sei que vou escrever! Se conseguir tiro uma foto ao que escrevi e coloco no facebook do Sabura ou no meu InstagramQuero partilhar como se vive sem electricidade na era da tecnologia! Talvez me habitue e no nosso Castelo Sabura abdique de tal acessório!

Para já, aqui fica uma imagem do tal lugar atrás de onde o sol se põe... 
Até breve! Não se esqueçam "Um pequeno nada por dia, é Sabura e dá alegria!"







1 comentário:

  1. Ai que vão ser férias fora de série, vão, te garanto. Vão ser inesquecíveis!!!

    ResponderEliminar