quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

Antes da meia noite


Podem ser brega e não ter o "toque" de inovação ou erudição mas, para mim, são daquelas que, ainda hoje, eu de vez em quando vou lá buscar uma imagem, um gesto, um suspiro. Há histórias que nos marcam porque estamos a precisar delas e a quere-las para nós.

"Antes do amanhecer" e "Antes do anoitecer" são algumas delas. Lembro-me de vibrar com elas e de encarnar aquele espírito durante algum tempo. Lembro-me de me colar à Julie e de esperar aquela história para mim! Lembro-me de pensar, no início do filme, que a história de um amor impossível não podia acabar como era normal. "Antes do amanhecer" cortou com o óbvio e construiu um romance cheio de humor e "pequenos nadas" entre aquelas duas personagens.
Para quem ainda não conhece: "Antes do amanhecer" fala-nos sobre um encontro ao acaso (ou não!) entre um rapaz e uma rapariga. Um encontro num comboio que leva os dois a passarem o resto do dia juntos e, com o compromisso de, antes de amanhecer cada um seguir o seu destino. "Antes do anoitecer" acontece passados nove anos deste primeiro encontro. O que acontece nas histórias fica para vocês descobrirem ou redescobrirem.
Mas a verdadeira "notícia sabura" é que vem aí o terceiro capítulo da história... "Antes da Meia Noite". Costumo pensar que, equipa que ganha não se mexe. Espero que este me consiga surpreender, que faça sentido e que me volte a dar a sensação de "É difícil?! sim, mas o resultado é o melhor e o fácil não dá luta". 
 

Sem comentários:

Enviar um comentário