sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

Memories

Há dias em que colamos tanta coisa na memória. Há dias que colamos músicas. Há dias que colamos cheiros.Há dias que colamos palavras. Há dias que colamos gestos.Há dias que colamos momentos. Há dias que colamos a memória à pele.
Na minha memória há músicas que se apoderaram de tempos.
Na minha memória há cheiros que se colaram a momentos.
Na minha memória há palavras que se tornaram gestos.
Na minha memória há cheiros, gestos, palavras que se colaram à pele.
Hoje acordei com a memória repleta de cheiros e músicas, colados a momentos. 


New York moments !!!


The right music at the right time

As memórias são a nossa melhor companhia. Tão boas que às vezes caímos nas suas armadilhas! Tenho, em cada uma delas, um verdadeiro tesouro.
Todos nós as temos e não as queremos perder de rumo, para isso é preciso sairmos deste mundo e voltar a elas. Costumam fazê-lo? É obrigatório, se não elas ficam tão empoeiradas que desistem de habitar em vocês. E, em boa verdade, são elas que nos constroem boa parte do futuro!

Sem comentários:

Enviar um comentário