quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Às vezes, as palavras esquecem-se de ocupar os lugares certos e, em vez de fluírem, gaguejam...


Às vezes, as palavras esquecem-se de ocupar os lugares certos e, em vez de fluírem, gaguejam... Foi o caso de hoje...

Quantas vidas tem o Amor?
Quantas vezes a Vida O matou?

Quantas vezes já esteve à beira da morte? Teve uma experiência de quase-morte? Ressuscitou? Ou morreu?
Quantas vezes reanimou? Os batimentos voltaram a ter a mesma força e cadência?

Quantas vezes renasceu? 
E a sua memória? Vinha intacta ou acabou por apagar umas histórias e deixar outras?

Quantas vidas tem o Amor?
Quantas vidas damos ao Amor?

Quantas batalhas travamos connosco em prol Dele?
Quantas vitórias conquistamos por Ele?
Quantas derrotas aceitamos?

Quanto Amor damos à Vida?
Quantos Amores tem a Vida?

Sem comentários:

Enviar um comentário