sábado, 21 de junho de 2014

Dos dias passados



Dias cheios de "boas novas" que surgem como o culminar de muitas ideias sonhadas, pensadas e construídas. Por vezes, a meio do Caminho, pensamos que tudo se perdeu, deixamos de as ver, apaga-se-lhes o rasto, deixamos de as sentir e um dia, quando menos se espera, elas voltam a aparecer ao nosso lado no Caminho. Afinal nunca nos abandonaram, apenas ficaram um pouco mais para trás, a olhar-nos a uma distância cada vez maior e à espera do momento em que demos por falta delas na nossa sombra.

Porque nos reencontramos? Porque precisamos uma da outra, no momento certo. Depois de tanto esforço por parte de ambas, tivemos a resposta certa!









2 comentários: