quarta-feira, 25 de junho de 2014

Praia Escolar







Para quem mora perto de praias e de uma urbe, a esta altura do campeonato o grosso do tráfego que vê são os autocarros das escolas a levarem os seus meninos à praia! 
Hoje foi o caso, apesar do céu cinzento escuro, às oito e meia da manhã lá iam eles. Imagino a felicidade e a gritaria pela Bandeira Verde!
O meu Guerreiro iniciou hoje a sua prática de Praia Escolar (este ano lectivo). A excitação, a indefinição da roupa, praia ou campo? calções ou fato de treino? casaco ou sem casaco?

Depressa, depressa, não queremos perder o autocarro.

Agarra mochila praia. Agarra mochila escola. Agarra banco carro, agarra lancheira, põe chapéu. Uff! 

Depressa, depressa, não queremos perder o autocarro.

Chegada feita nas horas previstas/pedidas. Perfeito. 

Bom dia! Praia ou campo? Chinelos ou ténis?

Praia!!!! Só se estiver a chover é que vamos p'ro campo!

Ao meio-dia é ver os autocarros a passarem novamente para as escolas.

Eu lembro-me de ter tido esta experiência da Praia Escolar, foi em 1980. Foi o primeiro ano e o último (para mim). Foi pouco tempo, era o primeiro ano que abria o Pré escolar no estado e que davam esta possibilidade aos pais e às crianças. A emoção era tão grande! A viagem, a expectativa da bandeira, passar por baixo das pernas do Bombeiro que nos acompanhava e fazia o cordão de segurança na água, e as malfadadas sandes de alface e cenoura crua. 

Agora a emoção é outra... excitação à mistura com receio. Porque o Mar é grande e está diferente. Mas também sei que os adultos que os acompanham têm a dose certa de cuidado, respeito pelo mar e por aqueles seres vestidos de uniforme de banho, organizados em grandes círculos na areia!


Sem comentários:

Enviar um comentário