segunda-feira, 17 de julho de 2017

Inshallah, Sting



Quantos Inshallah serão necessários? Tantos quantos o tamanho da nossa esperança. O tamanho da vontade e do acreditar que é proporcional ao da esperança. 
Move-nos? É suficiente? 

Tantos Inshallah temos... refugiados, paz, amor, compaixão, aceitação, vida, saúde, força, sonho. Não será suficiente gritar Inshallah até porque esse grito muitas vezes se perde entre vozes mais altas, desesperadas. Há dias em que gritas, gritas, gritas com esperança que te oiçam, que te acompanhem, te aconcheguem. Gritas, muito, até perceberes que só tu podes fazer por acontecer. Só tu sabes a medida da tua vontade, do teu acreditar, da tua esperança.




Sleeping child, on my shoulder
Those around us, curse the sea
Anxious mother turning fearful
Who can blame her, blaming me?
Inshallah, Inshallah
If it be your will, it shall come to pass
Inshallah, Inshallah
If it be your will
As the wind blows, growing colder
Against the sad boats, as we flee
Anxious eyes, search in darkness
With the rising of the sea
Inshallah, Inshallah
If it be your will, it shall come to pass
Inshallah, Inshallah
If it be your will
Sea of worries, sea of fears
In our country, only tears
In our future there's no past
If it be your will, it shall come to pass
Inshallah, Inshallah
If it be your will, it shall come to pass
Inshallah, Inshallah
If it be your will

(Gordon Sumner)

Sem comentários:

Enviar um comentário