sábado, 30 de março de 2013

E a Clara e o Nadir foram felizes todos os dias das suas vidas!


Eles partiram para terras de Vera Cruz p’ra dançar o samba, o forró, beber caipirinha, comer no buteco... p’ra construir essa Fortaleza num caminho incerto mas feliz.

Eles casaram no dia 30 de março do ano mais feliz, o 13! Uma festa de amor verdadeiro, pensada com verdadeiro amor. Uma festa de amor sustentável, onde nenhum sentimento se desperdiça. Todo o sistema está em equilíbrio e a paisagem fica tão bem enquadrada com quem se ama!

Eles fizeram juras de amor... para o seu amor só uma coisa é necessária... tudo.

Eles pensaram e decidiram estar juntos, no mesmo ninho de amor. Um ninho grande que acolhe tanta boa gente. Um ninho daqueles que se ergue com vigas de amor, traves de força e janelas de liberdade.

Eles caminharam como um anjo e uma princesa.

Eles cruzaram o caminho, numa rua inclinada.

Ele e ela sabiam que um e outro existiam, e que por isso valia a apena continuar a acreditar no amor.

A Clara nasceu para ser feliz com o Nadir.

A Rita, a Marta, a Silvana, o Sérgio sabiam que um dia assistiriam a um amor assim!

E foram felizes todos os dias das suas vidas! 

"Questa è la bellezza come quei versi la che voglio che rimangano scritti li per sempre...

Per trasmettere la felicità, bisogna essere felici e per trasmettere il dolore bisogna essere felici.
Siate felici.
Dovete patire, stare male, soffrire.
Non abbiate paura a soffrire. Tutto il mondo soffre.
E se non vi riesce, non avete i mezzi, non vi preoccupate, tanto per fare poesia una sola cosa è necessaria: tutto." (Innamoratevi!) 

2 comentários:

  1. É tão bom viver um amor assim!!!!!!!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vivê-lo e Sabureá-lo todos os dias e em cada momento vivido!!!

      Eliminar