terça-feira, 19 de março de 2013

Reza ao sol


E hoje o Grande Astro não teve força para se impor às nuvens cinzentas... dizem que foi directo ao Vaticano para abençoar o Francisco Bem-Disposto! Resta-nos imaginar o seu calor e começar a elaborar um manifesto ao sol. Quem souber danças tribais, danças do sol, danças do calor (incluindo tangos, mornas, coladeras) é bem vindo... juntos conseguiremos. Venham daí melodias, rezas, benzeduras e mezinhas para ele vir ter connosco...

Sem chuva e com sol, deixaremos de ser mole

Com sol e solinho, tudo fica mais aconchegadinho

Oh sol, oh sol, oh sol, oh sol, oh sol... se não vens quem se lixa sou eu

Não me deixes oh Sol, se não eu viro-me p'ró álcool

Sem ti oh Sol, há aumento de colestrol

Sou o teu peixe oh Sol, não me deixes sem anzol

Apolo, Apolinho vem e traz o teu queridinho

Anda daí oh Sol e livra-me do cachecol

Se nós dissermos isto várias vezes ao dia é possível que ele apareça. Contribuam. Nós acreditamos, certo?! 

Sem comentários:

Enviar um comentário