segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Mantra do dia

Hoje peguei num papel que me tinha escrito e reli as palavras que me ficaram coladas à memória:

"Continue a ser o junco que,
aparentando fragilidade, é forte, oscila, 
verga mas não quebra. Após a passagem 
do temporal lá continua verdejante, direito, 
dando-nos ensinamentos de humildade,
serenidade, paz"

(Trato delas com amor e também as limpo! São um mantra para mim. Obrigada. Beijos vermelhos.)

Sem comentários:

Enviar um comentário