terça-feira, 11 de março de 2014

Beija !

Pediram a vinte estranhos que se beijassem. Ui, estranho! Ai que vergonha! Passados alguns segundos, de olhos fechados ou abertos, começaram a beijar-se. E o que é certo é que, parece que alguns pares se deram bem! 
O primeiro beijo é tramado! Ou nascem borboletas ou, ao menor defeito, aniquilamos toda a espécie de insectos que possam querer nascer. Ou encaixa ou afasta. 
Já todos passámos pelas duas experiências. Ora de um encaixe perfeito, quer seja no beijo, na conversa, a andar a pé, na escolha da música, na dança... ora num encaixe tão defeituoso que a história nasce e termina ali!
Beijo! Beijo! Beijo Sabura! Quando ele é bom, é um bilhete de ida, sem volta!



Sem comentários:

Enviar um comentário