sexta-feira, 17 de maio de 2013

Dia de bailado

Hoje foi dia de bailado. Ele agarrou-me o corpo e juntos bailámos. Há dias em que a nossa cadência não encaixa. Há dias em que bastavam três estalinhos de dedos para a cadência e embalo serem perfeitos. Hoje, eu e Ele, quase não encaixávamos. A nossa dança vista do camarote parecia um combate entre duas partes... aliás, duas partes que não podiam combater porque um dos jogadores faltou... Ele, o Tempo.

Sem comentários:

Enviar um comentário