terça-feira, 28 de maio de 2013

SS - Sagres Sabura

O ALLGARVE voltou a ser ALGARVE. Talvez pelo período que atravessamos, o ALgarve tenha perdido um L, e tenha voltado a ser só nosso! O que é certo é que ele continua com o seu encanto. Devem existir poucos sítios no mundo como o nosso extremo Ocidental, localizado a Sul deste país. Paisagens bem definidas, que oscilam entre o recorte bruto e o ondular da vegetação rasteira, e sempre acariciadas pelos ventos. Onde a terra acaba e o mar começa, é o nosso lugar preferido. As pessoas que por lá passam não ficam iguais o resto da sua vida... Os Deuses reunem-se todos os dias e decidem o que oferecer aos seus convidados. Por norma, oferecem-nos o cheiro das estevas, a água límpida, a rigidez da temperatura. Mas também todos os dias nos enchem os olhos com um pôr-de-sol, que nos faz sentir tão pequeninos. Em Sagres, o espírito agreste da natureza leva os humanos a abrigarem-se no seu Ser. E o espírito de quem por lá passa é unanime... somos sempre  convidados, nunca donos de nada. Todos os dias  contemplamos e agradecemos o espectáculo oferecido pela mãe Natureza!

















Namasté














Sem comentários:

Enviar um comentário