terça-feira, 13 de maio de 2014

"De zero a Dez" uma escalada de dor

Um ano e meio a sofrer de dores físicas e muitos outros a sofrer de dores de coração. Estas últimas as que não têm solução, a perda de dois filhos. As primeiras, as que supostamente a medicina descobre a solução. 
O resultado de mais uma operação não pode ser o de ficar com uma dor crónica, seria muito injusto. Não sabemos na nossa família o que é uma dor crónica. Sempre tivemos dores curáveis. Não pode ser verdade que, por um erro técnico ou falha humana, uma pessoa sofra de dores o resto das vinte e quatro horas por dia durante o resto dos seus dias. O cenário está em aberto, mas estão a começar a repetir-se os sintomas de há um ano e meio atrás. Não queremos pensar que o pesadelo não teve morte.
A dor deve ser o sintoma mais presente e comum na Humanidade, tal como a morte. 

E como nada acontece por acaso, esta semana (difícil), a minha amiga Margarida Fonseca Santos vai lançar um livro sobre a dor crónica. Chama-se "De zero a Dez" (a escala de dor). O lançamento vai ser feito pela Patrícia Reis, mulher que descobri há pouco tempo ao ouvir um programa na Rtp2, e quem muito admiro. Podem encontrá-la aqui.

Quero muito lá estar para conhecer a Patrícia, para dar um abraço cheio de afecto à Margarida e ouvir falar sobre isto...




Livraria Ferin
Rua Nova do Almada, 70-74 
1249-098 LISBOA 
PORTUGAL
Tel: +351 21 342 44 22 / +351 21 346 70 84
Fax: +351 21 347 11 01 
ferin@ferin.pt

Sem comentários:

Enviar um comentário